Estabilidade e benefícios fizeram a diferença

Nos últimos dez anos a vida de Thiago passou por grandes mudanças. Aos 17 ele saiu de casa, em Assis Chateaubriand, para estudar em Marechal Cândido Rondon, onde fez o curso de Educação Física, na Unioeste. Depois foi fazer especialização em Fisiologia, em Maringá, e ficou quase dois anos. E depois, como passou no concurso para Bombeiro Militar, assumiu o novo posto em Umuarama. “E lá fiquei até ser chamado na Itaipu, onde comecei a trabalhar em outubro de 2016, no cargo de Agente de Segurança”, conta.
 
Nesse período Thiago fez estágio no SESC e SESI e vários cursos na área de Personal trainer e Socorrista (SIATE), e trabalhou como bombeiro e personal trainer.
 
Mas em meio a essas mudanças de cidades e crescimento profissional, ele mudou também de estado civil. Em Maringá Thiago conheceu a professora Camila Alves 
Murara Brandão, se apaixonou, casou e aumentou a família, que há quatros anos conta com Miguel, um belo garoto. Camila pediu exoneração do emprego, e agora está 
cursando Direito, em Foz. 
 
SEGURANÇA
 
A decisão de Thiago de prestar o concurso da Itaipu foi incentivada por amigos e porque no setor de segurança a empresa tem também a Brigada de Incêndio, que é seu objetivo. “Embora minha experiência maior esteja ligada ao socorro de urgência (atendimento pré-hospitalar), minha intenção é fazer parte da Brigada. Sei que ainda vai 
demorar um pouco para chegar lá, mas é a minha meta”, diz ele. E para isso já está praticando as virtudes que entende serem importantes para um profissional: ter 
competência e excelência naquilo que se dispõe a fazer. Ser humilde, estar sempre se qualificando e traçando objetivos na sua carreira, além de saber trabalhar em equipe.
 
Outro fator que despertou seu interesse pela Itaipu foram os benefícios, o salário e a estabilidade que a empresa oferece enquanto se está na ativa, e ao se aposentar. “A ideia de contar com uma segurança maior para mim e para minha família pesou bastante, tanto que desde que iniciei na empresa já aderi à Fibra, visando garantir 
uma aposentadoria digna”, comenta Thiago, que está gostando bastante de trabalhar na Itaipu e de morar em Foz do Iguaçu.
 
SONHO
 
Hoje, certo de ter feito a melhor escolha, Thiago conta que nunca tinha trabalhado em uma grande empresa, e está surpreso. “A presença do RH é forte, e o incentivo para 
a gente estudar e crescer também é algo que nunca tinha visto”, diz ele, que neste ano pretende fazer o curso de Inglês que a empresa oferece aos funcionários. Depois de conquistar o emprego almejado, ele agora pretende realizar o sonho da família: comprar a casa própria e, com humildade e qualificação, crescer em sua área dentro da Itaipu. Mas na verdade, conclui, “já sou grato a Deus por tudo que Ele me proporcionou”.